Caí na net entrevista da ministra, mostrando que está no poder uma pessoa de quinta categoria

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Caí na net entrevista da ministra, mostrando que está no poder uma pessoa de quinta categoria

Mensagem  Karla Cristina em Qua 8 Maio - 19:09






Quinta categoria foi elogio, olhem a entrevista com esta mulherzinha que caiu na net de 2004. A entrevista foi tirada do ar do blog do Azevedo pelo PT:



https://docs.google.com/viewer?a=v&q=cache:C-wnFikCmnUJ:www.ieg.ufsc.br/admin/downloads/entrevistas/29092009-111002menicucci.pdf+&hl=en&pid=bl&srcid=ADGEESi3g4AKgD-3iu0syFAYI0NlumrvPUzEt-i7qaxK5nPz9cwlNmoR1DFgNKh0NhrhNYpQk-RBR263qPchEtZyvGlj7e21o0EiF1zJ8-ZckdFclHk2gxyCktRgAeQXzM7SNpElW6Dp&sig=AHIEtbSmtTVdgPBx_D-0jFJ2ANw5_ygekA&pli=1

1- Eleonora confessou que atravessou a fronteira da Colômbia para se dedicar a uma prática criminosa naquele país: o aborto;

2- Eleonora confessou que seu segundo aborto foi decidido junto com o partido de esquerda a que pertencia;

3- Eleonora revelou intimidades de sua vida privada (sua primeira relação homossexual) e de sua filha (lésbica que fez inseminação artificial);

4- Eleonora se disse avó dessa criança, mas também "avó do aborto", porque já fizera dois;

5- Eleonora confessou que sua ONG promovia exame de colo de útero por leigos, já que ela própria disse ter se dedicado à prática, segundo se entende, como examinadora

6- Eleonora confessou que o treinamento da Colômbia era parte de uma proposta de se promoverem abortos realizados por não-médicos.

Para lembrar o trecho mais eloqüente:

Eleonora - Dois anos Aí, em São Paulo, eu integrei um grupo do Coletivo Feminista Sexualidade e Saúde.. E, nesse período, estive também pelo Coletivo fazendo um treinamento de aborto na Colômbia.
Joana - Certo.
Eleonora - O Coletivo nós críamos em 95.
Joana - Como é que era esse curso de aborto?
Eleonora - Era nas Clínicas de Aborto. A gente aprendia a fazer aborto.
Joana - Aprendia a fazer aborto?
Eleonora - Com aspiração AMIU.
Joana - Com aquele
Eleonora - Com a sucção.
Joana - Com a sucção. Imagino.
Eleonora - Que eu chamo de AMIU. Porque a nossa perspectiva no Coletivo, a nossa base...
Joana - é que as pessoas se auto auto-fizessem!
Eleonora - Autocapacitassem! E que pessoas não médicas podiam...
Joana - Claro!
Eleonora - Lidar com o aborto.
Joana - Claro!.

Encerro

Eis aí! A retirada de um documento de uma instituição pública por pressão do Estado, isso, sim, é censura! Ocorresse num governo do PSDB ou do DEM, a grande imprensa faria um estardalhaço. Como se dá na administração dos companheiros e como se considera, afinal de contas, que ser a favor do aborto é coisa de "gente moderna, humana e progressista", então se vai fazer um silêncio sepulcral a respeito.

Não será a primeira vez que a própria grande imprensa vai condescender com a censura por causa do aborto. Já aconteceu antes. A defesa do aborto, acreditem vocês, parece tornar aceitável no Brasil a tese do crime de opinião.

Neste blog eles não se criam.

PS - Sim, eu fiz uma cópia de segurança da entrevista porque tinha a certeza de que os companheiros agiriam como companheiros. E vou colocá-la de volta na rede. De todo modo, os trechos mais eloqüentes já são de domínio público. Eles podem censurar a Universidade Federal de Santa Catarina. Mas a mim não censuram. Não ainda. Se e quando seu projeto de poder estiver plenamente consolidado, aí sim. Aí eles começarão censurando Reinaldo Azevedo e terminarão, como todos os totalitários, censurando os próprios companheiros.

Por Reinaldo Azevedo


http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/censura-numa-universidade-federal-governo-pressiona-e-entrevista-de-ministra-das-mulheres-desaparece-de-site-da-universidade-federal-de-santa-catarina/
avatar
Karla Cristina

Mensagens : 111
Pontos : 223
Reputação : 4
Data de inscrição : 17/09/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum